2 jul, 2018 0:00

Representantes de instituições da sociedade civil organizada e movimentos sociais, atores do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente, professores e pesquisadores acadêmicos da área, além de representantes do poder público e integrantes do trade turístico se reúnem no próximo dia 4 de julho (quarta-feira) para participar do II Seminário de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes decorrente da Atividade de Turismo. O evento acontece das 8h às 13h no Orion Hotel em Aracaju, localizado na Rua Urbano Neto, 121, Bairro Coroa do Meio.

A atividade integra o Projeto de Elaboração e implantação do programa de Comunicação e Prevenção a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes decorrentes de atividades turísticas, realizado pela Secretaria de Turismo do Estado em parceria com a Quanta Comunicação e Consultoria, o Centro Dom José Brandão de Castro (CDJBC) e a rede Ativacidade, financiado pelo PRODETUR, com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

A abertura do seminário será feita de forma lúdica, com a apresentação de um trecho do espetáculo “Mala Sem Alma”, do Coletivo Teatro de Mala. A peça aborda de maneira sensível e profunda o drama da violência sexual vivenciado por milhares de crianças e adolescentes brasileiros, trazendo à tona aspectos como a relação entre a violência sexual e a vulnerabilidade social e os traumas vividos pelas vítimas em decorrência do crime. O espetáculo tem roteiro e direção de Ewertton Nunes.

Após a abertura oficial do evento, o coordenador do projeto, Anderson Rafael Nascimento, irá apresentar as principais ações realizadas ao longo dos últimos meses em Sergipe. “O Seminário será um momento emblemático para o projeto, pois além de fazer uma devolutiva das ações desenvolvidas no Estado, iremos de trazer a público dados coletados por meio do diagnóstico realizado pelo projeto”, destacou Anderson.

Ele explica que o diagnóstico foi construído em várias etapas, entre elas, a pesquisa referencial, entrevistas exploratórias e entrevistas dirigidas com atores do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente e entrevistas semi-dirigidas com gestores de turismo. “Além de apontar as características da exploração sexual nos municípios-alvo do projeto, a pesquisa aponta alguns dos principais entraves para o enfrentamento ao turismo sexual em Sergipe”, explica.

Entre os entraves constatados por meio da pesquisa, explica Anderson, estão a subnotificação, a necessidade de maior integração de registros dos casos de violência sexual, e a necessidade de ampliar articulação entre os diversos órgãos do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente nos municípios, bem como entre o a Rede de Proteção e os atores do trade turístico.

Palestras

A programação do evento segue com as palestras “Desafios ao enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes no âmbito do Turismo”, proferida pelo professor da Universidade Federal da Paraíba, Marcelo Souza Bispo; “O papel dos multiplicadores no turismo na aplicação do Código de Conduta Ética do Turismo”, ministrada pelo professor e pesquisador da Universidade Federal de Sergipe, Dênio Santos Azevedo; e “Sustentabilidade do Programa de Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes Decorrente da Atividade Turística”, conduzida pela coordenadora do Serviço de Educação em Direitos Humanos da Secretaria de Estado da Educação, Profa. Josevanda Mendonça Franco.

Sobre os palestrantes

Marcelo Souza Bispo é doutor em administração pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e pós-doutor em teoria social pela Universidade de Kentucky (EUA). Atualmente é professor da Universidade Federal da Paraíba no departamento de administração e do Programa de Pós-graduação em Administração (PPGA/UFPB). Possui experiência em coordenação de projetos de pesquisa financiados por agências de fomento como Capes e CNPq com participação de pesquisadores internacionais da Itália e dos Estados Unidos. Tem experiência profissional nas áreas de Administração, Turismo e Educação.

Dênio Santos Azevedo é Doutor em Sociologia pelo Programa de Pós-graduação em Sociologia da Universidade Federal de Sergipe – PPGS/UFS. É Professor Adjunto do Núcleo de Turismo da Universidade Federal de Sergipe, Professor Colaborador do Programa de Pós-graduação do Mestrado Profissional em Gestão do Turismo do Instituto Federal de Sergipe (PPMTUR/IFS).Tem experiência na área de Turismo Cultural, Planejamento e Gestão de Meios de Hospedagem, Turismo, Identidades e Consumo e Turismo, Imaginários e Hospitalidade.

Josevanda Mendonça Franco é graduada em Licenciatura Plena em História pela Universidade Federal de Sergipe e especialista em Administração e Supervisão Escolar pela Faculdade Pio Décimo. É consultora em Direitos da Criança e do Adolescente, em Educação e em Política de Gestão pela Qualidade. Ocupou a chefia da Assessoria de Planejamento da Fundação Renascer do Estado de Sergipe, presidiu o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente e atualmente é Diretora do Serviço de Educação em Direitos Humanos da Secretaria de Estado da Educação e Professora da Faculdade Pio Décimo e do Curso de Pós-graduação Lato Sensu em Segurança Pública e Democracia, desenvolvido pela Renaesp/Universidade Federal de Sergipe, em parceria com a SENASP/MJ.

Fonte: Ascom/Secretaria de Estado de Turismo