Com investimentos de R$ 3.985.630,30, a obra é erguida com recursos do Proinveste e está em fase final
13 de Dezembro de 2018 | 14:59

Localizada na Rodovia SE-200, entre o Povoado Lagoa da Volta e a sede do município de Porto da Folha, a ponte sobre o rio Campos Novos, em construção pelo governo do Estado, facilitará a economia e mobilidade da região. Com investimentos de R$ 3.985.630,30, a obra é erguida com recursos do Proinveste e está em fase final.

Segundo o secretário de Estado de Infraestrutura, Valmor Barbosa, os benefícios da obra são inúmeros, desde a circulação de mercadorias até mais segurança no transporte de alunos da rede municipal e estadual.

“Com a construção dessa ponte, a história da economia de Porto da Folha será dividida entre o antes e depois dela. A cidade é abastecida por produtos oriundos dos povoados Ilha de São Pedro, Lagoa da Volta, Linda França, Mocambo, Niterói, Ranchinho e Umbuzeiro do Matuto, e, após a derrubada da antiga ponte pela cheia em janeiro de 2016, qualquer chuva mais intensa ocasionava diversos inconvenientes aos produtores, aos alunos que estudam na sede municipal e ainda prejuízos financeiros aos moradores de todos esses povoados. A edificação traz alento não apenas àqueles que se deslocam diariamente até o município, mas, sobretudo, às centenas de pessoas que trafegam com motocicletas, veículos e animais de montaria”, disse, ressaltando que a população já faz uso da estrutura em fase de conclusão.
“ A prova de que ela já trouxe melhorias é que, com as chuvas ocorridas no último fim de semana, a passagem improvisada em 2016 ficou interditada, porém, mesmo antes da sua conclusão em definitivo, a ponte foi liberada no seu vão central apenas para pedestres, minimizando assim os transtornos para quem vai ou volta de Porto da Folha”, ressaltou.

O andamento da obra

De acordo com o Secretário Estadual da Infraestrutura, Valmor Barbosa, 36 profissionais dão celeridade aos serviços. “Concluímos toda a estrutura, aterramos as duas cabeceiras, estamos finalizando um guarda-corpo da passarela de pedestres e executamos metade de um dos guarda-rodas. Paralelamente estamos executando as formas laterais no lado oposto para implantar o outro guarda-rodas. Posteriormente será aplicado o cimento em todo o vão e por fim implantada a sinalização, sendo que nas próximas três ou quatro semanas ela ficará pronta”, explica.

Morador do Povoado Lagoa da Volta, José Evandro Santos de Silva diz que a ponte irá por fim a muitos problemas. “Mesmo sendo uma região com poucas chuvas, quando elas acontecem causam estrago por aqui. Durante a cheia que levou a ponte anterior, centenas de moradores foram prejudicados durante três semanas, inclusive uma gestante teve bebê às margens do rio porque não conseguiu atravessá-lo e ir até Porto da Folha. Já essa ponte é grandiosa, com uma estrutura boa e gigante, pronta para suportar qualquer enchente. Com certeza, desse tipo de problema a população ficou livre”, frisa o lavrador de 33 anos.

Residente na sede de Porto da Folha, o estudante Júnior Ricardo, 18 anos, endossa as palavras de José Evandro. “Ficou 100% melhor, é uma obra excelente, alta, mais ampla, transmite segurança e vai facilitar a vida de todo mundo que passa por essa estrada, sendo que a satisfação dos moradores é geral”, declara.

Também morador do Povoado Lagoa da Volta, Anteógenes Feitosa Dórea, 33 anos, afirma que a obra já mudou para melhor a vida da população. “Assim como centenas de pessoas, passo por aqui diariamente e toda vez que ocorre cheia no rio tudo se complica. São poucas as obras na região com essa estrutura, dá gosto ver, pois, com a ponte erguida as chances de uma rodovia asfaltada entre Monte Alegre e Lagoa da Volta e até mesmo Linda França, são muito maiores, sem contar na valorização que os imóveis terão. Não há um só morador da região que não esteja satisfeito e feliz com essa construção”, afirma o agricultor.